Siga-nos por e-mail

sábado, 31 de março de 2012

Vasos de descanso

O final do verão e início de outono ainda é boa época para transplantes. Algumas plantas que ainda precisam evoluir (ex.: melhorar nebari, ramificação ou cicatrizar marcas de cortes) se beneficiam se colocadas em vasos mais folgados, principalmente quando são "mame-bonsai".


Acima: Cereja do Rio Grande colocada em vaso mais fundo e com folga para alargar o nebari. Esta planta foi mostrada em outra postagem. Para o transplante as raízes foram "penteadas" para ficarem folgadas. As folhas passaram por metsume muito leve, e menos de 10% das raízes foram cortadas. Ainda assim vai ficar à sombra por alguns dias. Compare o tamanho do vaso com a postagem anterior ("Cereja do Rio Grande Mame").

Acima, detalhe do tronco e estrutura dos galhos. Parte do descanso é retirar arames e dar uma folga para os galhos. O musgo ajuda a reter a humidade. Essa árvore tem 11 cm de altura.


Abaixo: um cambuí mame também foi transplantado no mesmo dia. O vaso mais largo acomodou bem as raízes. Muito raso, vai demandar vigilância para não secar, pois o torrão ficou com cerca de 3cm de altura. A árvore tem uns 13cm de altura.


 Assim como a Cerejinha, esta árvore teve poucas raízes podadas, mas a copa foi proporcionalmente mais reduzida. Cambuís gostam de alguma matéria orgânica no substrato, para prover nutrientes e manter mais úmido. As cicatrizes grandes merecem paciência para fecharem.

Abaixo: outros ângulos para ter melhor idéia da árvore.





Acima: o céu no final de março: 26 graus Celsius, sol forte alternado com céu encoberto, chuvas ocasionais e localizadas (às vezes, chove a poucas dezenas de metros de onde o sol continua forte). A temperatura pode cair uns 8 graus de um dia para o outro. A partir de abril as chuvas começam a ficar mais raras. Em maio já estará seco e fresco, as plantas vão diminuir intensidade do metabolismo e precisar de maior atenção para não secarem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário